Sobre o livro “Caçadas de Pedrinho”, de Monteiro Lobato, que foi objeto de Parecer do CNE…

Sobre o livro “Caçadas de Pedrinho”, de Monteiro Lobato, que foi objeto de Parecer do CNE…

A distorção do teor do Parecer, apresentada por parte da imprensa e de literatos,
gerou uma polêmica e interpretações equivocadas sobre o assunto.

É importante que todos saibam que o Conselho Nacional de Educação – CNE,
ao analisar as questões trazidas pela denúncia que originou o Parecer que envolveu o livro “Caçadas de Pedrinho”
não excluiu, não desqualificou e não depreciou a importante obra de Monteiro Lobato.

No cumprimento de suas obrigações legais e regulamentares,
tão somente recomendou e dispôs sobre cuidados quanto ao seu aproveitamento com fins educativos.

O Ministro da Educação está devolvendo o Parecer ao CNE.
Isto significa que o documento será analisado, nas próximas reuniões da Câmara de Educação Básica,
a fim de verificar os pontos que possam ter sido eventualmente mal-interpretados.

Por isso, a MOBILIZAÇÃO daqueles/as que entendem o teor do documento
e a importância da sua homologação é FUNDAMENTAL!
Vamos escrever para os jornais e revistas.
Vamos apresentar a nossa opinião para que o discurso não seja apenas unilateral!

Solicitamos sua adesão ao Parecer no abaixo-assinado que está no link
http://www.euconcordo.com/com-o-parecer-152010

O Parecer está no arquivo anexado.

Novembro – Mês da Consciência Negra
20 de novembro – Dia Nacional da Consciência Negra
2011 – Ano Internacional dos Afrodescendentes

Deixe um comentário

Arquivado em relações raciais Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s