NOTA DE REPÚDIO À CENSURA DO FACEBOOK AO GRUPO FEMINISTAS NEGRAS RADICAIS

No dia 17 de abril de 2015, o Facebook Brasil retirou do ar o grupo de discussão “Feministas Negras Radicais”, grupo dedicado especialmente ao debate da condição de opressão de raça e gênero da mulher negra no Brasil.

O grupo foi fundado em 2011 e já contava com certa de 2200 pessoas membras. No grupo disponibilizávamos estudos,  matérias e aconselhamento sobre autoestima, saúde, DRDS, direitos humanos e combate a todas as formas de violência contra as mulheres. nós tínhamos em mente o enfrentamento ao racismo, sexismo, lesbofobia e transfobia através de fornecimento de informações de qualidade e que seguissem estes princípios.

Durantes estes anos apoiamos as mulheres de diversas maneiras criando uma rede de solidariedade e ajuda mutua. Evidentemente que durante este tempo não foram poucos os ataques racistas, transfobicos e machistas que sofremos visando agredir a gente enquanto mulher negra, inclusive por nós denunciarmos frequentemente páginas neonazistas, homofóbicas e desrespeitosas contra as mulheres no geral.

Infelizmente nossa página foi retirada indevidamente do ar com a justificativa de que feria as regras de uso do facebook, sem maiores explicações. Isso é espantoso, pois o fato aprisiona os 2200 contatos do grupo e toda a nossa produção intelectual e militante… Enfim consideramos uma falta de respeito e uma forma de censura a expressão política de mulheres negras feministas no geral e ao grupo especificamente.

O facebook não possui canal direto de contato (ao menos só localizamos formas automatizadas de contato das quais não obtivemos respostas e feedbacks). Estamos procurando formas judiciais de proteção a nossa liberdade e propriedade intelectual, mas gostaríamos de mobilizar a opinião pública para nosso situação.

Repudiamos toda e qualquer forma de censura a liberdade de expressão e toda forma de apropriamento de produção cultural e política de grupos contra hegemônicos que geralmente já tem pouca inserção na grande mídia e tem investido em mídias sociais como forma de comunicação sobre as nossas pautas.

Queremos reparações, queremos nosso grupo de volta, queremos respeito!

Assina:

Jackeline Romio- Criadora e Administradora do grupo “Feministas Negras Radicais”

Priscila Romio- Administradora do grupo “Feministas Negras Radicais”

Coletivo de Mulheres Negras Louva Deusas- Administradora do grupo “Feministas Negras Radicais”

Para saber dos nossos ativismos: http://www.igualdaderacial.ms.gov.br/index.php?templat=vis&site=256&id_comp=3889&id_reg=218203&voltar=lista&site_reg=256&id_comp_orig=3889

Deixe um comentário

Arquivado em banho de assento

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s